sábado, 25 de setembro de 2021

Joelho de Porco Dourado Aprovado

Minha mãe tinha freguês certo para comer joelho de porco lá no armazém que o pai tinha, mas ela servia o joelho apenas cozido nos temperos. Eles lambiam os dedos e como acompanhamento fatias de pão. 

Ingredientes:

1 joelho de porco limpo
Caldo de 1 limão pequeno
4 dentes de alho picados
1 cebola picada
Páprica picante ou pimenta do reino a gosto
Sal a gosto
2 folhas de louro
1 raminho de tomilho
1 raminho de alecrim
1 litro de água
2 colheres (sopa) de vinagre

Modo do preparo:
  1. De véspera, pegue um saco plástico limpo e sem furos e coloque dentro o joelho de porco, o alho, a cebola, o caldo do limão, a páprica picante ou pimenta do reino, o sal, o louro o tomilho, o alecrim e feche bem o saco.
  2. Sacuda o saco, com cuidado, para que essa marinada fique impregnada no joelho e leve à geladeira até o dia seguinte.
  3. No dia seguinte, coloque o joelho e toda a marinada numa panela de pressão e adicione a água e o vinagre.
  4. Leve a panela ao fogo brando e deixe o joelho cozinhar por ± 60 minutos, a partir da pressão até a carne soltar do osso.
  5. Pré-aqueça o forno a uma temperatura de 180ºC.
  6. Após, abra a panela e transfira o joelho sem o caldo para um refratário ou tabuleiro e leve ao forno, pré-aquecido, por 30 minutos ou até ficar dourado.
  7. Retire do forno e sirva o joelho com batatas cozidas ou outro acompanhamento ao seu gosto.
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Aprendendo a Fazer Caldas Doces

Ponto de caramelo para pudins: 
  1. O segredo, para cada xícara de açúcar junte 1/2 xícara de água.
  2. Numa panela de fundo mais grosso, misture o açúcar com a água, mexa com uma colher e leve ao fogo.
  3. Não mexer a calda depois que levar ao fogo para ela não açúcar, caso haja necessidade de mexer, sacuda a panela fazendo movimentos circulares.
  4. O líquido vai ferver e começar a borbulhar, abaixe o fogo, para você controlar melhor a cor.
  5. Quando estiver com a cor de guaraná, apague o fogo porque mesmo depois do fogo desligado a calda continua escurecendo.
  6. Está pronta a calda para você forrar sua forma. 
Ponto de fio fino ou calda rala: 
  1. Ponha uma xícara de açúcar e 1/2 xícara de água na panela e deixe no fogo baixo, por 17 minutos.
  2. Retire uma pequena quantidade, deixe esfriar e pegue com o polegar e o indicador, afastando-os em seguida.
  3. Estará no ponto ao se formar um fio fino e firme ou quando a calda puxada com um garfo, para o alto,  forma longos fios finos, à medida que vai esfriando no ar.
  4. Esta calda é utilizada no preparo de xaropes e caldas ralas, e como base para cremes e docinhos. 
Ponto de fio forte:
  1. Ponha uma xícara de açúcar e 1/2 xícara de água na panela e deixe no fogo baixo, por 17 minutos.
  2. Deixe a calda engrossar um pouco mais do que para o fio fino.
  3. Retire uma pequena quantidade, deixe esfriar e pegue com o polegar e o indicador, afastando-os em seguida.
  4. Estará no ponto ao se formar um fio grosso e resistente que não se quebra.
  5. Esta calda é utilizada como base para doces em pastas, geleias e recheio.
 Ponto de bala mole:
  1. Deixe a calda no fogo por apenas oito minutos.
  2. Com uma colher, pegue um pouco e ponha em um recipiente com água fria.
  3. Estará no ponto quando, ao retirá-la da água, se formar uma bola que perde a forma ou quando um pingo da calda em água formar uma bola macia ao ser apertada entre os dedos.
  4. Esta calda é utilizada como base para balas, rapaduras e doces em pastas.
 Ponto de bala dura:
  1. Deixe a calda no fogo por treze minutos.
  2. Ponha um pouco em um recipiente com água fria.
  3. Com a ponta dos dedos, retire da água e faça uma bolinha.
  4. Estará no ponto se a bolinha mantiver a forma.
  5. Esta calda é utilizada como base para balas de coco, de ovos e para espelhar doces.
 Ponto de pérola e mel:
  1. Deixe a calda no fogo por cinco minutos de fervura.
  2. Com uma colher, pegue um pouco da calda e ela cai em fio formando uma bolinha na ponta.
  3. Ou deixe a calda escorrer ao longo de uma colher de pau invertida e observe se ela forma uma pequena bola na extremidade da colher.
  4. O de mel é obtido quando a calda começa a engrossar e, ao ser friccionada com os dedos, tem a consistência semelhante à do mel. 
Ponto de espelho:
  1. É quando a calda no cabo da colher fica transparente, dura e quebradiça depois de mergulhada em água fria.
  2. Esta calda é utilizada como base para frutas cristalizadas.
Imprimir

Coxinhas Assadas com Mel e Limão Siciliano Aprovado

Receita maravilhosa e super prática e rápida de fazer para uma refeição agradável que vai fazer você lamber os dedos. 

Ingredientes:

1 kg de coxinhas da asa do frango bem lavadas
Sal a gosto
Páprica picante ou pimenta do reino a gosto
Caldo de 1 siciliano grande 
4 colheres (sopa) de mel 
5 dentes de alho picados
1 pincel para pincelar o molho

Modo do preparo:
  1. Aqueça o forno a uma temperatura de 180ºC.  
  2. Tempere as coxinhas com o sal, a páprica picante ou pimenta do reino e arrume tudo num tabuleiro antiaderente ou levemente untado com óleo, sempre uma ao lado da outra.
  3. Leve ao forno, pré-aquecido, para assar por uns 30 minutos.
  4. Enquanto as coxinhas assam, prepare o molho misturando numa tigela, o mel, o caldo do limão siciliano e os dentes de alho picados.
  5. Retire as coxinhas do forno, pincele com o molho e volte ao forno por mais 30 minutos. 
  6. Após, retire o tabuleiro do forno e arrume as coxinhas numa travessa e sirva imediatamente.
  7. Decore com um raminho de tomilho e sirva com fatias de limão.
Print Friendly and PDF

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Torta Invertida de Maçãs Verde Aprovado

Sirva a torta com uma bola de sorvete ou creme chantilly.


Ingredientes:

xícara usada com capacidade de 240ml

6 maçãs verdes
Caldo de 1/2 limão
120g de manteiga
1 1/4 xícara (chá) de açúcar
Canela em pó a gosto
1 quadrado de massa folhada laminada de ± 24 x 24cm - retire do freezer uns 30 minutos antes de preparar a torta

Modo do preparo:
  1. Com uma faquinha afiada, descasque as maçãs e retire as sementes.
  2. Corte a maçã em 4 partes, na vertical, e regue com o caldo do limão.
  3. Numa panela, coloque o açúcar, a manteiga e leve ao fogo médio.
  4. Deixe a mistura escurecer um pouco, diminua o fogo e coloque as maçãs. 
  5. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos ou até que as maçãs sejam facilmente perfuradas com a ponta de uma faca.
  6. Desligue o fogo e reserve.
  7. Pré-aqueça o forno a 180ºC.
  8. Numa fôrma redonda antiaderente com 23cm de diâmetro, distribua as maçãs sem deixar espaços entre elas.
  9. Regue com o restante da calda que ficou na panela e polvilhe um pouco de canela em pó sobre as maçãs.
  10. Pegue a massa com cuidado, dobre a massa na metade duas vezes, formando 1/4 de disco, para facilitar no momento de cobrir a torta.
  11. Coloque a massa sobre as maçãs, num canto da fôrma, e desdobre cobrindo toda a superfície.
  12. Com a ajuda de um garfo, force as bordas da massa para baixo, porque essa torta será virada depois de assada.
  13. Leve a torta ao forno, pré-aquecido, por uns 30 minutos ou até que a massa fique dourada.
  14. Retire a torta do forno e deixe esfriar apenas um pouco para ela não grudar na forma.
  15. Para desenformar a torta, coloque um prato sobre a fôrma, segure bem e vire de uma vez.
  16. Se a torta não desenformar de imediato, dê algumas batidinhas na forma e se for necessário, aqueça um pouco a torta em fogo brando para dissolver o caramelo.